Não digite durante videoconferências

skype-and-type-featured-1-1024x673

Muitos de nós conversamos pelo Skype, Hangouts, WhatsApp, ou Viber enquanto usamos o computador para outros fins. Você sabe que isso não é muito educado, mas pode ser também perigoso. Seu parceiro de conversa pode descobrir o que você está digitando.

Click, click, click… – falando ao telefone ou pelo Skype, quase todo mundo sabe que seu parceiro de conversa pode estar conversando ou fazendo algo mais durante a conversa. O som das teclas em um teclado físico é bastante característico.

Com o auxílio de aprendizado de máquina e um computador é possível descobrir o que seu parceiro de conversa está digitando. Quase toda tecla possui um som um pouquinho diferente da outra, o que significa ser possível usar uma gravação do áudio para descobrir quais teclas foram pressionada. A precisão não é perfeita, mas é bem alta.

Na conferência Black Hat em Las Vegas, vimos uma apresentação sobre isso. De acordo com pesquisadores, mesmo depois de distorções inerentes a transmissão online, a gravação da digitação ainda possui informação suficiente para alimentar o aprendizado de máquina que resulta nas cinco teclas mais prováveis para um dado clique. O resultado foi diferente para os três notebooks usados na pesquisa, mas foi possível recuperar o texto até dos sons mais indistintos, os de um laptop Lenovo.

É aqui que entram em cena os resultados baseados em dicionário. As pessoas geralmente digitam palavras que fazem sentido, portanto qualquer coisa fora do contexto é eliminada. É suficiente saber qual layout de teclado e língua a pessoa utilizou. O algoritmo de demonstração entregará um resultado plausível em segundos.

Os especialistas alegam que a tecnologia pode ser usada para roubar senhas, embora soe um pouco forçado. Senhas são curtas demais e não consistem em palavras de reais na maioria das vezes. Esperamos que não, pelo menos.

A ameaça da possibilidade de uso dessa técnica por Skype pode não parecer tão séria, mas consiste numa informação útil, especialmente se você lida com informação confidencial. Além do mais, digitar durante uma conversa não é nada educado, portanto, evite esse tipo de atitude multitarefas que irá proteger sua privacidade e mostrar respeito ao seu interlocutor.

Todavia, se você se pegar em uma videoconferência especialmente longa e cansativa, lembre-se da regra de ouro: qualquer um que não esteja falando deve deixar seu microfone mudo até que seja sua vez de falar.

Fonte: www.kaspersky.com.br